Top 50 Marcas Latinoamericanas

As marcas de 2013  do BrandZ™ Top 50 Marcas Latinoamericanas Mais Valiosas representam US$ 135.3 bilhões de Dólares em valor, uma pequena redução em relação ao valor total de 2012 que era de US$135.7 bilhões de Dólares. Este valor que se mantém mostra a força e a resiliência das marcas latinoamericanas lideres, mesmo com a crise global e outros fatores que afetaram negativamente a economia da América Latina.

Mudança na primeira posição 
A mais importante mudança observada no ranking BrandZ™ das Top 50 Marcas Latam foi a troca no segmento que recebe os holofotes e o brilho da número um. No ano passado, o setor de óleos liderava a lista, neste ano vemos uma marca B2C no topo da lista, que é a marca Corona. Este sucesso não é isolado, muitas marcas B2C cresceram em valor e de fato, temos 3 marcas B2C entre as Top 10, todas elas da categoria de cervejas - mudando significativamente o perfil do ranking.

As 5 primeiras posições de 2012 incluiam marcas B2B, Serviços e o segmento financeiro; em 2013, as posições de liderança são dominadas pelas B2C, Serviços e B2B, seguidos de perto pelo varejo.

Um bom ano para cervejas
A marca mais valiosa neste ano é a cerveja Mexicana Corona mencionada anteriormente (US$6.6 bilhões de Dólares) com 29% de crescimento – uma marca que apresenta um posicionamento sólido e é super apreciado pelos consumidores, não apenas no México mas também em outros Paises. A número dois do ranking BrandZ™ Latam Top 50 de  2013 é uma outra marca Mexicana:Telcel. Com o valor de US$ 6.6 bilhões de Dólares neste ano, teve uma queda de 22% comparado com 2012, e como Telcel, provavelmente algumas marcas perderam valor neste ano mas outras marcas do segmento de bebidas alcóolicas compensaram esta queda. Modelo, outra marca de cerveja Mexicana, teve uma melhora significativa.

Novos entrantes e segmentos em crescimento.
No segmento de cervejas (B2C), Águila e Poker (Colombia), e Cristal (Peru) são as marcas debutantes do BrandZ™ Latam Top 50. O segmento financeiro é outro segmento onde vemos três novos entrantes: BCP, Interbank (ambos do Peru), e Banorte (México). Varejo também dá as boas vindas à nova entrante, Soriana (México). Outros segmentos tais como Pães, Cimentos, Alimentos e Cosméticos também tiveram uma performance positiva.

Contribuição dos Paises no valor total. 
O ranking  BrandZ™ Top 50 Marcas Latinoamericanas Mais Valiosas de 2013 revela uma interessante troca com relação a contribuição de cada País: México desloca o Brasil em termos de valor com 29% de participação, e passa a ser a maior contribuição. Brasil passa para a segunda posição, caindo de 34% para 28% de contribuição no total. Chile e Colombia de fato mantiveram suas contribuições para o total do  BrandZ™ Latam Top 50. Vale observar que o Chile, mesmo tendo uma economia menor comparada com a Colombia e Argentina, sustenta o terceiro lugar na contribuição total, e mostra claramente o poder de algumas marcas muito bem posicionadas (tais como Falabella), auxiliada pelo fato que o Chile agora é considerado o País mais globalizado na região, tendo inclusive conseguido estabelecer acordos de visto com os Estados Unidos e acordos de comércio com outros 50 Países.

Share